sábado, 9 de abril de 2011

Uma amiga, com seu vestido lembrava tempos do faroeste, na cor azul escuro, quase preto, ao longe cavalgava, eu em outro cavalo, andando pelo acostamento da estrada tentava alcançá-la. Ao chegar perto, pergunto-lhe onde vai ao que ela responde: estou indo buscar a medicação, então digo-lhe que também estou indo na mesma direção. Ela retorna o galope e vira em uma esquina. Prossigo meu destino, mas em outra direção. Chego em um estabelecimento onde alguém aparentando ser uma criança ainda, diz que é só a aparência pois na realidade era muito mais velha. Observei ela se retirando e percebi que era realmente mais velha. Preocupada com meu cavalo, olhei a janela para ver como eu o tinha amarrado. Havia local próprio para ele e ele me aguardava.

Imagem de minha autoria.... local: Cittac, Escola de Equitação, Vicente Pires, Brasília (DF)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Followers

Visitas


Contador de acessos